Ricardo Augusto dos Anjos - entrevistado pela escritora Belvedere Bruno.


Quando o conheci, Ricardo Augusto dos Anjos morava na Vila Pereira Carneiro, em Niterói/RJ. Nessa vila, nasci e vivi boa parte da infância e adolescência. O lugar ainda conserva seu bucolismo, que nos traz inspiração e nos remete à poesia. Anos depois, reencontrei Ricardo pelos caminhos do jornal Lig. Quis o destino que ele buscasse outros rumos e, atualmente, os ares serranos e a calmaria fazem parte do seu cotidiano. E nessa troca de idéias, cresço, ao mesmo tempo que me encanto com a sua generosidade.

BB - Pode descrever seu primeiro instante poético?
Ricardo Augusto dos Anjos - Adolescente, achava-me apaixonadíssimo, continue a ler

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Outono!

LITERATURA DE CORDEL: A MEMÓRIA DO SERTÃO EM FOLHETOS