Poema da rosa







Há uma rosa linda
No meio do meu jardim
Dessa rosa cuida eu
Quem cuidará de mim?
De manhã desabrochou
À tarde foi escolhida
Pra de noite ser levada
De presente a minha amiga

Feliz de quem possui
Uma rosa em seu jardim
A minha amiga com certeza
Pensa agora só em mim
Quando sopra o vento frio
E o inverno gela o jardim
Eu tenho calor em casa
E fico quietinho assim

Feliz de quem tem o seu teto
Pra ajudar a sua amiga
A fugir do vento ruim
Que deixa gelado o jardim

Bertold Brecht
(Tradução de Augusto Boal)


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dia de Reis, desmonte da árvore, romã...

Falecimento Hilda Hilst (2004, Campinas/SP)

FEIRA LITERÁRIA DE ASSIS/SP