Notas na capa do site, acessem e leiam



4º CONCURSO DE POESIA DO ESPAÇO CULTURAL SÃO PEDRO DA SERRA - São Pedro da Serra — 7° distrito de Nova Friburgo/RJ. Informações


.....................................................


O mar e a menina

Tão amigos
Brincalhões
Supimpas então...
Nas ondas gigantes
A menina desliza como sereia
Até a margem da praia extensa
E vão assim os dois sobre o olhar do Sol
No repuxo o mar acarinha a garotinha que tanto o adora
Das espumas branquinhas
Alegria intensa reluz no rostinho moreno
Brincadeira gostosa no calor de janeiro
A sereia menina e a água meiga
Tão cúmplices o mar e a criança....

Violetta (Maria Lucia)

..................................................................

A barra do dia
Rogel Samuel


Não não eu sei sambar, quem me vê assim parado garante que não, que não sei guerrear, que não sei sambar, mas não, diz o poema de Chico, eu sei sim sambar sim, por ora só estou só vendo, só sentindo, sabendo, escutando e a censura diz que eu não posso falar, mas vejo as pernas de louça que poderão quebrar-se, que passam, que não pego, e desejando estou do teu beijo de maracujá, teu beijo molhado, e não ligo pra quem me ofende, e humilhado eu piso, eu espero que vou aturar, e apanho da vida e da polícia e não pensem que não vou revidar, está chegando a hora, a barra do dia nascente está chegando, e sua ocasião, e sua revolução, e eu em breve vou cantar a minha alegria contida, adiada, abafada, sufocada que quem me dera gritar!



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Outono!

LITERATURA DE CORDEL: A MEMÓRIA DO SERTÃO EM FOLHETOS