Encontro avalia o posicionamento da literatura baiana no cenário internacional

O interesse internacional pelo Brasil no campo da literatura é crescente e pode ser evidenciada nas homenagens que o País tem recebidos em grandes feiras que agregam pesquisadores e visitantes de diversas nacionalidades. Considerando esta perspectiva, a Secretaria de Cultura e a Fundação Cultural do Estado da Bahia, com apoio do Instituto Goethe, realiza, no próximo dia 30 de julho, a partir das 9h, no Instituto Cultura Brasil Alemanha (ICBA) a conferência “Perspectivas para a Internacionalização da Literatura Baiana”.
A atividade integra o Programa de Apoio à Mobilidade Artística e Cultural, cujo objetivo é promover a mobilidade de pessoas e de conteúdos, contribuindo para o desenvolvimento da cultura e a internacionalização do setor cultural do Estado. Segundo Monique Badaró, assessora de Relações Internacionais da Secretaria de Cultura, a importância deste evento se dá pela oportunidade de se conhecer melhor o papel do agente literário na promoção, divulgação e comercialização de suas obras. “A função do agente é quase inexistente no Brasil, assim como a de compreender o funcionamento do mercado estrangeiro e das feiras, como a de Frankfurt, que é a mais importante do mundo”, explica Monique.
O evento contará com a participação da agente literária alemã, especializada na difusão das literaturas do Brasil, da África Lusófona e da América Latina, Nicole Witts, além de Dolores Manzano, gerente executiva do projeto Brazilian Publishers da Câmara Brasileira do Livro / Apex Brasil. Representando o Centro Internacional do livro, também está confirmada a presença de Fábio Lima, coordenador do Programa de Apoio à Tradução, da Fundação Biblioteca Nacional, que falará sobre a política de internacionalização da literatura brasileira.
O governo brasileiro, através da Apex-Brasil e do Ministério da Cultura/Fundação Biblioteca Nacional, já vem desenvolvendo uma série de ações de promoção internacional da literatura e de conteúdos editoriais brasileiros, nas quais constam convites a editores, críticos, jornalistas, agentes literários estrangeiros e presidentes de feiras do livro internacionais para visitar o Brasil e conhecer e divulgar a criação literária e os demais conteúdos do mercado editorial brasileiro.
O “Perspectivas para a Internacionalização da Literatura Baiana” é uma atividade de apoio à internacionalização da literatura e de livros baianos e contribui com posicionamento da Bahia internacionalmente, mostrando sua capacidade de criar conteúdos literários de grande importância para o mercado internacional.

Programação

9h - Abertura Institucional
9h15 – Apresentação do Projeto Brazilian Publishers: mercado editorial brasileiro preparado internacionalizado. Por Dolores Manzano, gerente executiva do projeto Brazilian Publishers da Câmara Brasileira do Livro / Apex Brasil
09h45 – Política Nacional de Internacionalização da Literatura Brasileira, por Fábio Lima, coordenador do Programa de Apoio à Tradução, da Fundação Biblioteca Nacional.
10h15 O papel do agente literário, o mercado do livro europeu e as perspectivas de inserção da literatura brasileira e baiana no mercado internacional. Por Nicole Witts, agente literária alemã, da empresa Mertin, especializada na difusão das literaturas do Brasil, de Portugal, da África Lusófona e da América Latina
11h15 – Sessão de perguntas
12h30 – Encerramento

http://www.tribunadabahia.com.br/news.php?idAtual=121625

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dia de Reis, desmonte da árvore, romã...

Falecimento Hilda Hilst (2004, Campinas/SP)

FEIRA LITERÁRIA DE ASSIS/SP