Morre, no Rio, a jornalista e escritora, Scarlet Moon

 

 

A jornalista, atriz e escritora Scarlet Moon de Chevalier, de 62 anos, que morreu no início da madrugada desta quarta-feira (5), após uma parada cardiorrespiratória, era velada, em torno de 9h30, na Capela 5 do Cemitério São João Batista, em Botafogo, na Zona Sul do Rio.

Ela sofria da Síndrome de Shy-Drager, uma doença degenerativa. Segundo seu filho Christovan, amigos e familiares poderão se despedir da jornalista até as 16h desta quarta. O corpo deve ser cremado nesta quinta (6).

"Foram dez anos de muita luta. Os últimos três anos foram bem complicados. Ela foi uma guerreira e foi descansar. O que fica é o bom humor dela, o jeito que ela encarava a vida, ela foi uma guerreira, uma ministra bacanérrima e foi um prazer inenarrável ser filha dela", disse a filha de Scarlet, Teodora Chavalier.

saiba mais

Scarlet foi casada por 28 anos com o cantor Lulu Santos, de quem se separou em 2006.  Desde 1996 assinava a coluna “Abalo”, no caderno Zona Sul do jornal "O Globo".

"Hoje fiquei muito emocionada quando o Boechat disse na rádio que a Scarlet Moon foi encontrar a lua", completou Teodora.

A jornalista trabalhou em diversas emissoras de televisão, e se destacou no "Fantástico" e "Jornal Hoje", da TV Globo, na década de 70. Ela fez carreira no cinema e no teatro. Nos anos 90, lançou dois livros: "Areias escaldantes" e "Dr Roni e Mr Quito: a vida do amado e temido boêmio de Ipanema", biografia sobre o irmão Roniquito.

http://g1.globo.com/pop-arte/noticia/2013/06/escritora-e-jornalista-scarlet-moon-e-velada-no-rio.html

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Outono!

LITERATURA DE CORDEL: A MEMÓRIA DO SERTÃO EM FOLHETOS