Tanussi Cardoso



As Time Goes By


Meu bem,
Me chama de Humphrey Bogart
Que eu te conto Casablanca.
Me tira esse sobretudo;
Sobretudo, conta tudo
Que eu te dou uma rosa branca.
Meu bem,
Me chama de Humphrey Bogart...
Te dou carona em meu carro
Chevrolet — que sou bacana;
Te levo, meu bem, pra cama
Fumamos nossa bagana;
Te provo que sou sacana...
Te faço toda a denguice:
Te dispo que nem a Ingrid,
Te dou filhos de montão
Só pra te ver sufocar...
Mas me chama de Humphrey Bogart!
Faço chover colorido
Como num bom musical.
Te chamo de Lauren Bacall!
Te danço, te canto, te mostro,
Entre as pernas, meu bom astral...
Te deixo pro enxoval
Meu chapéu preto de gangster,
Mil poemas de ninar...
Só pra te ouvir sussurrar:
Como te amo, meu Humphrey Bogart!





Tanussi1



25/2/1946 Rio de Janeiro, RJ
Poeta. Letrista. Crítico literário. Jornalista. Advogado.
Irmão da escritora e poeta Carmen Moreno.
Formado em Jornalismo pela PUC-Rio, e em Língua Inglesa pelo British Brazilian Course do Rio de Janeiro.
Trabalhou como Técnico-Judiciário do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.
Em 2000 formou-se em Direito, na Faculdade Bennett, no Rio de Janeiro.
Com Leila Míccolis, Glória Perez e Carlos Araújo, fundou a Editora Trote na década de 1980.
Em 1975 participou da "Abertura poética - 1ª antologia de novos poetas do Rio de Janeiro", organizada por Walmir Ayala e César de Araújo.
Como jornalista, trabalhou como repórter na Rádio JB, no Jornal Rio Letras e no jornal O Fluminense.
Publicou os livros de poesias "Desintegração" (1979) e "Boca maldita" (prefácio de Leila Miccolis - Editora Trote, 1982), "Viagem em torno de" (prefácio de Salgado Maranhão - Ed. 7Letras, 2000) e "A medida do deserto e outros poemas revisitados", inserido na coletânea de poemas "Rios", apresentação de Thereza Christina Rocque da Motta (Editora ÍbisLibris, 2003), além de poesias e artigos em diversas antologias e periódicos por todo o Brasil.
Como poeta integrou os grupos Bandidos do Céu, Bazar dos Baratos e Teatrote.
Dentre os vários prêmios literários que ganhou, destacam-se "Menção Honrosa" no "II Concurso Escrita de Literatura", com o livro "O homem e suas paredes", "Primeiro Concurso Nacional de Poesias Vinicius de Moraes" e "Menção Honrosa", da União Brasileira dos Escritores com o livro "Beco com saídas" (Edicon, 1991), além de prêmios internacionais, entre eles 1º lugar no "Concurso Internacional de Poesia - Prêmio Saturnino Paccitti", da Associação de Escritores de Bragança Paulista, 1º lugar no "Concurso Internacional Il Convívio" - sezione Poesia in língua portoghese, Sicília/Itália e 1º lugar no "Concurso Internacional de Arte, Prosa e Poesia", da UBENY - União Brasileira de Escritores com sede em Nova York.
Continue lendo em: http://www.dicionariompb.com.br/tanussi-cardoso/biografia
Foto de Mônica Banderas



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Outono!

LITERATURA DE CORDEL: A MEMÓRIA DO SERTÃO EM FOLHETOS