Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2014

Manoel de Barros

Imagem
NA FAZENDA
Barulhinho vermelho de cajus
e o riacho passando
nos fundos do quintal...
Dali
se escutavam os ventos com a boca
como um dia ser árvore
Eu era lutador de jacaré.
As árvores falavam.
Bugre. Teotônio bebia marandovás.
Víamos por toda parte cabelos misgalhadinhos de borboletas...
Abriu-se
uma pedra
certa vez:
os musgos
eram frescos...
As plantas
me ensinavam de chão.
Fui aprendendo com o corpo.
Hoje sofro de gorjeios
nos lugares puídos de mim.
Sofro de árvores.









Leninha

Imagem
AusênciaA vida é como uma estrela cadente.
O clarão dessa estrela é tão supreendente.
A queda dessa estrela é tão repentina.
Tudo passa tão depressa...
Que às vezes nem sequer dá tempo de pedirmos:
— Estrelinha, brilhe mais um pouquinho.
— Vida, por favor, fique mais um tempinho.

Affonso Romano de Sant’Anna

Imagem
Aprendizados Uns aprendem a nadar
Outros a dançar, tocar piano,
Fazer tricô e a esperar.

Na infância cai-se
Para se aprender a andar.
Cai-se do cavalo e do emprego
Aprendendo a viver e a cavalgar.
Em alguns aprendizados
Chega-se à perfeição.
Em alguns.

No amor, não.

Affonso Romano de Sant'Anna
                      Do livro: Textamentos, Ed. Rocco, 1999, RJ


Márcia Sanchez Luz

Imagem
Bilhete de JulietaPor que você partiu sem me contar
que o fim estava próximo e que nós
não poderíamos nos ver após
a cotovia, lúgubre, cantar?
Não foi de fato amor de acarinhar,
nem foi de fato amar de amor feroz.
Da forma como veio, assim veloz,
partiu e me deixou sem me acordar.
E agora o que fazer sem seu carinho
para acalmar a febre em sonhos meus?
Não quero mais ninguém em nosso ninho.
Eu sei – a vida é assim –, dirá quem ler,
mas não sei mais o que fazer, meu Deus!
Como é difícil deste amor morrer!

Flávio Machado

Imagem
Sexo VirtualNo meu
Site
Ou no seu?
Do livro: "Sala de espera", Blocos, 2003, RJ

São Paulo, Carteiro, Correios e Telégrafos e Bossa Nova!

Imagem
Av. Paulista, MASPFundada em 1554 por padres jesuítas, a cidade é mundialmente conhecida e exerce significativa influência nacional e internacional, seja do ponto de vista cultural, econômico ou político. Conta com importantes monumentos, parques e museus, como o Memorial da América Latina, o Museu da Língua Portuguesa, o Museu do Ipiranga, o MASP, o Parque Ibirapuera, o Jardim Botânico de São Paulo e a avenida Paulista, e eventos de grande repercussão, como a Bienal Internacional de Arte, o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1, São Paulo Fashion Week e a São Paulo Indy 300. O município possui o 10º maior PIB do mundo, representando, isoladamente, 11,5% de todo o PIB brasileiro9 e 36% de toda a produção de bens e serviços do estado de São Paulo, sendo sede de 63% das multinacionais estabelecidas no Brasil, além de ter sido responsável por 28% de toda a produção científica nacional em 2005. A cidade também é a sede da Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de São Paulo (BM&FBoves…

Liane dos Santos

Imagem
MINHA VIDA PEQUENINA

Minha vida pequenina
não tem grandes dramas
nem grandes prêmios,
tragédias ou heroínas.

É divertida, mas minimalista.

Tem o básico de viver e de sonhar.
O cenário é todo emprestado
no palco onde transcorre
meu ato de representar.
De meu mesmo quase nada:
talvez a paixão e o humor
que me marcaram desde a estreia.
Minha vida pequenina é muito simples.
Mas a plateia, meu Deus, a plateia.
(do livro O exercício das pequenas delicadezas)


        (foto: Ana Crisitna Bernardes, 2013)


Natural de Itajaí (SC), Liane (Orzechowsky) dos Santos nasceu em 24 de julho de 1953. Morou em Porto Alegre de 1972 a 1980. Em 1976 conheceu Mario Quintana com quem manteve grande amizade até a morte deste em 1994. É dele o prefácio de Primeiro Ato, livro de estreia lançado em 1977. Formada em Jornalismo pela PUC-RS, após trabalhar nos jornais gaúchos Folha da Manhã e Folha da Tarde, transferiu-se para o Rio de Janeiro em 1980, onde reside até hoje. É formada também em Cinema e pós-graduada…

Tanussi Cardoso

Imagem
As Time Goes By


Meu bem, Me chama de Humphrey Bogart Que eu te conto Casablanca. Me tira esse sobretudo; Sobretudo, conta tudo Que eu te dou uma rosa branca. Meu bem, Me chama de Humphrey Bogart... Te dou carona em meu carro Chevrolet — que sou bacana; Te levo, meu bem, pra cama Fumamos nossa bagana; Te provo que sou sacana... Te faço toda a denguice: Te dispo que nem a Ingrid, Te dou filhos de montão Só pra te ver sufocar... Mas me chama de Humphrey Bogart! Faço chover colorido Como num bom musical. Te chamo de Lauren Bacall! Te danço, te canto, te mostro, Entre as pernas, meu bom astral... Te deixo pro enxoval Meu chapéu preto de gangster, Mil poemas de ninar... Só pra te ouvir sussurrar: Como te amo, meu Humphrey Bogart!









25/2/1946 Rio de Janeiro, RJ
Poeta. Letrista. Crítico literário. Jornalista. Advogado.
Irmão da escritora e poeta Carmen Moreno.
Formado em Jornalismo pela PUC-Rio, e em Língua Inglesa pelo British Brazilian Course do Rio de Janeiro.
Tra…

37 anos sem Maysa Matarazzo

Imagem
OUÇA
Ouça, vá viver
Sua vida com outro bem
Hoje eu já cansei
De pra você não ser ninguém
O passado não foi o bastante
Pra lhe convencer
Que o futuro seria bem grande
Só eu e você
Quando a lembrança
Com você for morar
E bem baixinho
De saudade você chorar
Vai lembrar que um dia existiu
Um alguém que só carinho pediu
E você fez questão de não dar
Fez questão de negar
Quando a lembrança
Com você for morar
E bem baixinho
De saudade você chorar
Vai lembrar que um dia existiu
Um alguém que só carinho pediu
E você fez questão de não dar
Fez questão de negar









Cantora. Compositora. Filha de Inah e Alcebíades Monjardim, de uma rica e tradicional família do Espírito Santo, aos 18 anos casou-se com André Matarazzo - um dos herdeiros da família Matarazzo (milionários industriais paulistas descendentes do Conde Matarazzo), quase 20 anos mais velho do que ela.
O envolvimento com a música, no entanto, veio muito antes, pois desde a adolescência já gostava de cantar em festas familiares, compor algumas músicas (a…

FELIZ ANO NOVO: SAÚDE, AMOR, DINHEIRO, REALIZAÇÃO E MUITOS LIVROS PARA CURTIR E VIAJAR

Imagem
O início do ano traz coisas boas, mas, também, cansaço, das muitas festas a que fomos, acompanhado por uma enorme vontade de se deitar, com um bom livro nas mãos, para descansar viajando através da leitura. Segundo os leitores-internautas, que acompanham Livros em Blocos há dez anos, uma das coisas boas da coluna é dar, na primeira coluna do ano, sugestões variadas, focalizsndo todos os tipos de livros,
mirando, assim, gostos e interesses diversos.
Aproveitem nossas sugestões, e tenha um feliz 2014, com muita saúde, dinheiro, amor, realização e alegria.I - Best-sellers/Novidades que se repetem e não podem faltar no ano novoTrês autores, muito queridos em todo o mundo, chegam à nossa casa no final de ano, e não podem faltar na estante de quem gosta de uma excelente leitura de entretenimento: Marian Keyes, Nora Roberts e Stephen King. Consagrados em todo o mundo, eles nos trazem seus mais recentes lançamentos. 1 - Literatura Irlandesa – Marian KeyesFamosa desde a publicação de Melancia, u…

Clarice Lispector

Imagem
Francesca Woodman (1958-1981) – UntitledA Lucidez Perigosa
Estou sentindo uma clareza tão grande
que me anula como pessoa atual e comum:
é uma lucidez vazia, como explicar?
assim como um cálculo matemático perfeito
do qual, no entanto, não se precise.
Estou por assim dizer
vendo claramente o vazio.
E nem entendo aquilo que entendo:
pois estou infinitamente maior que eu mesma,
e não me alcanço.
Além do que:
que faço dessa lucidez?
Sei também que esta minha lucidez
pode-se tornar o inferno humano
- já me aconteceu antes.
Pois sei que
- em termos de nossa diária
e permanente acomodação
resignada à irrealidade -
essa clareza de realidade
é um risco.
Apagai, pois, minha flama, Deus,
porque ela não me serve
para viver os dias.
Ajudai-me a de novo consistir
dos modos possíveis.
Eu consisto,
eu consisto,
amém.1920
- Clarice Lispector nasce em Tchetchelnik, na Ucrânia, no dia 10 de dezembro, tendo recebido o nome de Haia Lispector, terceira filha de Pinkouss e de Mania Lispector. Seu nascimento ocorre durante a viagem de e…

Raul Seixas!

Imagem
Água Viva (A Fonte) - Raul Seixa & Paulo Coelho - Eu conheço bem a fonte
Que desce aquele monte
Ainda que seja de noite Nessa fonte está escondida
O segredo dessa vida
Ainda que seja de noite "Êta" fonte mais estranha,
que desce pela montanha
Ainda que seja de noite. Sei que não podia ser mais bela
Que os céus e a terra, bebem dela
Ainda que seja de noite Sei que são caudalosas as correntes
Que regam os céus, infernos
Regam gentes
Ainda que seja de noite Aqui se está chamando as criaturas
Que desta água se fartam mesmo às escuras
Ainda que seja de noite
Ainda que seja de noite... Eu conheço bem a fonte
Que desce daquele monte
Ainda que seja de noite Porque ainda é de noite!
No dia claro dessa noite!
Porque ainda é de noite! Escutem a música: http://www.youtube.com/watch?v=2Q9Xh4QiZqURaul Santos Seixas (Salvador, 28 de junho de 1945 — São Paulo, 21 de agosto de 1989) foi um cantor e compositor brasileiro, frequentemente considerado um dos pioneiros do rock brasileiro. Também foi produtor m…

De tanto te pensar

Imagem
De tanto te pensar, me veio a ilusão.
A mesma ilusão
Da égua que sorve a água pensando sorver a lua.
De te pensar me deito nas aguadas
E acredito luzir e estar atada
Ao fulgor do costado de um negro cavalo de cem luas. De te sonhar, tenho nada,
Mas acredito em mim o ouro e o mundo.
De te amar, possuída de ossos e abismos
Acredito ter carne e vadiar
Ao redor dos teus cismos. De nunca te tocar
Tocando os outros
Acredito ter mãos, acredito ter boca
Quando só tenho patas e focinho. De muito desejar altura e eternidade
Me vem a fantasia de que Existo e Sou.
Quando sou nada: égua fantasmagórica
Sorvendo a lua n'água.                                         Hilda HilstHilda Hilst nasceu na cidade de Jaú, interior do Estado de São Paulo, no dia 21 de abril de 1930, filha única do fazendeiro, jornalista, poeta e ensaísta Apolônio de Almeida Prado Hilst e de Bedecilda Vaz Cardoso. Com pouco tempo de vida, seus pais se separaram, o que motivou sua mudança, com a mãe, para a cidade de Santos (SP). Seu pai, …

Todas as Manhãs

Imagem
Todas as manhãs
canto pra subir
no passo a passo
nos sonhos
na firmeza
no porvir
Todas as manhãs
alimento esperanças
quem sabe alguma
alguma coisa seja
Todas as manhãs
grito por viver
clamo ao sol por mais justiça
abro o leque da solidariedade
Todas as manhãs
sou mais eu
sendo mais justo
em todas as medidas
Todas as manhãs
danço minhas manhas
abrindo as manhãs
Jorge SalomãoJorge Salomão pelas lentes de Mário Cravo NetoJorge Dias Salomão
3/11/1946 Jequié, BAPoeta. Compositor. Diretor de teatro.
Irmão de Waly Salomão.
Estudou Ciências Sociais e Filosofia em Salvador, e ainda Teatro (direção), com Luiz Carlos Maciel, na Escola de Teatro da Universidade Federal da Bahia.Dirigiu várias peças teatrais em Salvador, entre as quais, “O macaco da vizinha”, de Joaquim Manuel de Macedo, “A boa alma de Setchuan”, de Bertold Brecht, e ainda vários shows musicais, entre os anos de 1967 e 1969.
Em 1969, mudou-se para o Rio de Janeiro, onde marcou presença na cena cultural da cidade. Trabalhou na revista “Navilouca”, (...)OB…

O Saber e a cegueira: Affonso Romano de Sant'Anna

Imagem
Eye – M.C. Escher A CEGUEIRA E O SABER Primeiro esta lenda: "Era uma vez uma praga que atingiu os mongóis. Os saudáveis fugiram, deixando os doentes e dizendo: 'Que o Destino decida se eles vivem ou morrem'. Entre os doentes havia um jovem chamado Tarvaa. O seu espírito deixou o corpo e chegou ao lugar dos mortos. O governante daquele lugar disse a Tarvaa: 'Por que deixaste o teu corpo enquanto ainda estava vivo?'. 'Eu não esperei que tu me chamasses', respondeu Tarvaa, 'simplesmente vim'. Comovido com a presteza com que o jovem obedeceu, o Khan do Inferno disse: 'A tua hora ainda não chegou. Deves retornar. Mas podes levar daqui o que quiseres'. Tarvaa olhou em volta e viu todas as alegrias e todos os talentos terrenos: riqueza, felicidade, riso, sorte, música, dança. 'Dá-me a arte de contar histórias', disse ele, pois sabia que as histórias podem congregar as outras alegrias. E assim retornou ao seu corpo e constatou que os corvo…

Dia do Astronauta e dia do Fico

Imagem

Dia do Fotógrafo

Imagem

Dia do Leitor

Imagem

Dia de Reis

Imagem

Dia mundial do Braile

Imagem
Braille ou braile é um sistema de leitura com o tato para cegos inventado pelo francês Louis Braille no ano de 1827 em Paris.O Braille é um alfabeto convencional cujos caracteres se indicam por pontos em alto relevo. O deficiente visual distingue por meio do tato. A partir dos seis pontos relevantes, é possível fazer 63 combinações que podem representar letras simples e acentuadas, pontuações, números, sinais matemáticos e notas musicais. Louis Braille perdeu a visão aos três anos. Quatro anos depois, ele ingressou no Instituto de Cegos de Paris. Em 1827, então com dezoito anos, tornou-se professor desse instituto. Ao ouvir falar de um sistema de pontos e buracos inventado por um oficial para ler mensagens durante a noite em lugares onde seria perigoso acender a luz, ele fez algumas adaptações no sistema de pontos em alto relevo, e em 1829 publicou o seu método. Sendo um sistema realmente eficaz, por fim tornou-se popular. Hoje, o método simples e engenhoso elaborado por Braille tor…

Dia mundial do Braile

Imagem
Braille ou braile1 é um sistema de leitura com o tato para cegos inventado pelo francês Louis Braille no ano de 1827 em Paris.O Braille é um alfabeto convencional cujos caracteres se indicam por pontos em alto relevo. O deficiente visual distingue por meio do tato. A partir dos seis pontos relevantes, é possível fazer 63 combinações que podem representar letras simples e acentuadas, pontuações, números, sinais matemáticos e notas musicais. Louis Braille perdeu a visão aos três anos. Quatro anos depois, ele ingressou no Instituto de Cegos de Paris. Em 1827, então com dezoito anos, tornou-se professor desse instituto. Ao ouvir falar de um sistema de pontos e buracos inventado por um oficial para ler mensagens durante a noite em lugares onde seria perigoso acender a luz, ele fez algumas adaptações no sistema de pontos em alto relevo, e em 1829 publicou o seu método. Sendo um sistema realmente eficaz, por fim tornou-se popular. Hoje, o método simples e engenhoso elaborado por Braille to…

Carta de Kurosawa a Ingmar Bergman pelo seu 70º aniversário

Caro Mr. Bergman.
Quero dar-lhe os parabéns pelo seu 70º. aniversário.
Seu trabalho toca profundamente meu coração toda vez que o vejo, e aprendi muito através de suas obras, além de ser sido encorajado por elas. Meu desejo é que continue com boa saúde para criar para nós muitos outros filmes maravilhosos.
No Japão, houve um grande artista chamado Tessai Tomioka, que viveu na Era Meiji (final do século 19). Este artista pintou muitos quadros maravilhosos quando era ainda jovem, e quando chegou aos 80 anos, de repente começou a produzir pinturas que eram muito superiores às que fizera antes, como se ele tivesse tido um magnífico desabrochar. Cada vez que vejo os quadros dele, compreendo que um ser humano não é realmente capaz de produzir grandes obras de arte enquanto não chega aos oitenta.
Um homem nasce como bebê, torna-se um menino, passa pela juventude, pelo auge da vida e finalmente volta a ser um bebê antes que sua vida se encerre. Esta é, na minha opinião, a vida ideal.
Acho que o sr…

SÔBOLOS RIOS

3. BALADA DE LENINEGRADO

Com Maiakovski pelas ruas fora
Conjugas o presente no passado
E há versos como salvas do Aurora
A rebentar por dentro da palavra agora
Em Leninegrado Marinheiros do Báltico e operários
Caminham para o sonho nunca ousado
Proletários
De todos os países onde estais?
Um sonho para sempre e nunca mais
Em Leninegrado Como o Neva que passa para o mar
Como o Neva que passa que não fique
Senão em nós o velho brado
Da última canção de um bolchevique
Porque é terrível nunca mais ousar
Com Maiakovski em Leninegrado                                       Manuel AlegreDo livro: Atlântico, Publicações Dom Quixote, 1989, Lisboa/Portugal

Um Ano Novo realmente novo!

Imagem